Total de visualizações de página- Adoro

Um mundo

terça-feira, 9 de março de 2010

A sabedoria da água

" A água nunca discute com seus obstáculos, más os contorna".
O confronto nos desgasta, e o orgulho ferido muitas vezes, é que nos leva a discutir com as pessoas
que nos criaram dificuldades.Nos sentimos perdedores.
A convivência com o grupo pede que a gente faça ajustes para que o convívio se torne tolerável, e para estes ajustes emocionais, reprimimos muitas lágrimas, engolimos muitos dissabores.
Algumas vezes podemos nos desviar de alguma situação difícil para nós, mas nem sempre isso é possível.
A criança aprende através da experiência de situações onde sente dificuldade, pede ajuda através do choro, do grito, e quer ser ouvida e respeitada, não entende direito as regras mas vai assimilando e guardando na memória as emoções decorrentes da situação.
A auto estima vai se construindo  e  se sentir acolhido  é o estímulo que lhe dará coragem para concretizar suas metas.
Auto estima é o equilibrio entre as nossas necessidades emocionais e a realidade que se apresenta, e somos colocados a prova sempre.
E como a água, devemos ter a serenidade de nos adaptarmos a situações, e se algo ou alguém bloquear o caminho, eis aí a grande oportunidade de refletir e escolher entre tantas outras possibilidades de ação. Temos o direito da escolha e muitas vezes, por orgulho gastamos muita energia em nos firmar em uma vida onde nos acostumamos com as dificuldades, olhamos e fixamos o olhar nestas dificuldades e deixamos de olhar a paisagem que se apresenta repleta de novas oportunidades.
Parar para pensar, refletir e avaliar, com a humildade suficiente para que nossas ações estejam sendo impulsionadas pelo coração repleto de amor e respeito pelo espaço que ocupamos no mundo.
E a partir daí a  nossa   vida segue o rumo  natural da felicidade.